blogzine da chili com carne

segunda-feira, 13 de julho de 2015

DIY DIY My Darling 2015


Tal como no ano passado mas desta vez num espaço central do Porto, com a preciosa co-produção da Chaputa Records e no âmbito das segundas conferências da KISMIFlá estaremos de 13 a 17 de Julho no Edifício Montepio (queda do Capitalismo? pfff) com o melhor de que se produz neste canto europeu no que diz respeito a edição independente! E ainda haverá exposições de BD, ilustração e pintura de Esgar Acelerado, Rudolfo, Ondina Pires e outros mais!

Inscrições abertas - contactem-nos!

domingo, 5 de julho de 2015

Bestiário Ilustrissímo II : Bala no Público



Bestiário Ilustríssimo II /  Bala 
é o nono e novo título da provocante colecção THISCOvery CCCHannel.
...

Bestiário Ilustríssimo II / Bala é a continuação de Bestiário Ilustríssimo, “(anti-)enciclopédia” de Rui Eduardo Paes sobre as músicas criativas editada em 2012 e reeditada em 2014 com nova capa e novas ilustrações de Joana Pires. Como esse primeiro livro, está dividido em 50 capítulos, cada um dedicado a uma figura ou conjunto de figuras. Desta feita, porém, a 50ª parte autonomiza-se e constitui como que um outro livro. Trata-se, pois, de dois livros num só volume, um novamente ilustrado por Joana Pires, o outro por David de Campos.  

O jazz criativo, a música livremente improvisada, o rock alternativo e os experimentalismos sem rótulo possível voltam a ser as áreas cobertas, sempre associando os temas com questões da filosofia, da sociologia e da teoria política, num trabalho de análise e desmontagem das ideias por detrás dos sons ou das implicações destes numa realidade complexa. Os textos reenviam-se entre si gerando temáticas que vão sendo detectadas pelo próprio leitor, mas diferentemente de Bestiário Ilustríssimo há um tema geral nesta nova obra de Paes: o tempo.

A tese é a de que quem escreve sobre música, mas também todos os que a ouvem, está sempre num tempo atrasado em relação à própria música, um “tempo-de-bala”, de suspensão de um tiro no ar, como no filme Matrix. O alinhamento dos capítulos não se organiza segundo tendências musicais ou arrumando os nomes referidos em sucessão alfabética, como numa convencional enciclopédia. Todos os protagonistas e suas músicas surgem intencionalmente misturados, numa simulação do caos informativo em que vivemos nos nossos dias. Propõe-se, assim, que se leia Bestiário Ilustríssimo II / Bala como se se navegasse pela Internet, procurando caminhos, relações, cruzamentos, desvios.

A mente não é uma estante, é um bisturi.

---
336p. impressas a duas cores (preto e vermelho), 22x16cm, capa a cores
---
volume -4 da colecção THISCOvey CCChannel
---
ISBN: 978-989-8363-30-5

com prefácios de Marco Scarassatti (compositor, artista sonoro e professor da Universidade de Minas Gerais, Brasil) e Gil Dionísio (músico)

---
edição apoiada pelo IPDJ e Cleanfeed Records

---

PVP: 20€ (50% desconto para sócios, jornalistas e lojas) à venda na loja em linha da Chili Com Carne e na FlurLetra Livre, Artes & Letras, Linha de Sombra, Matéria Prima, FNAC, Bertrand, Utopia, El Pep...
---

Historial: lançamento 6 de Fevereiro na Casa dos Amigos do Minho com discursos de Gonçalo Falcão (designer, músico, crítico de música) e Gil Dionísio e concerto de uma banda especialmente formada para o efeito: Gil Dionísio & Os Rapazes Futuristas; lançamento 7 de Fevereiro na SMUP (Parede) com palavreado de Pedro Costa (Clean Feed) e José Mendes (jornalista cultural) e concertos de Wind Trio e Presidente Drógado & Banda Suporte ... entrevista no Bodyspace 

...

algumas páginas deste livro-duplo:


Feedback: O jazz é o fogo inicial, mas este propaga-se alto e largamente. REP deita 50 + 50 textos, capa-contra-capa, neste duplo Bestiário Ilustríssimo II / Bala. Música como arte física mas também psicológica, improvisada, estruturada, Ciência, Arte, ícones culturais, tonelada de referências que se ligam na cabeça do autor para uma organização, no papel, em benefício do leitor. Muitos músculos exercitados em 31 anos, nesta relação entre escrita e música. Flur ... Rui Eduardo Paes revela-se um homem multidimensional, (...) Genuíno e sempre com uma abordagem de quem relaciona aquilo que lhe interessa, de Joëlle Léandre a Lady Gaga. [5 estrelas] Bernardo Álvares in jazz.pt ... O seu estilo de escrita é por si altamente estimulante, revelando um notável domínio sobre a língua portuguesa que raia as características da boa literatura. Um estilo que Rui Eduardo Paes cultiva como uma arma contra o habitual cinzentismo e comodismo da crítica de arte em Portugal. O Homem que Sabia Demais ... [4 estrelas] Nuno Catarino in Público

Retirado do catálogo 2015 da &etc

Sempre à frente a &etc...

Mário e Isabel

Este fim-de-semana tivemos o prazer de conhecer Isabel Lobinho, autora cuja carreira é mais conhecida pelos trabalhos publicados nos anos 70 (na revista Visão) e anos 80 (no Correio da Manhã). A autora também esteve representada no Tinta Nos Nervos (Colecção Berardo; 2011)

Mas não só... Mário e Isabel é um álbum de 1975, editado pela Forja - para uma colecção Erótica mas que só teve este volume - e é uma leitura de Lobinho de textos surreais de Mário-Henrique Leiria. Este álbum teve uma reedição com má impressão pelos Cadernos Moura BD (#3, em 2002) que infelizmente não faz justiça à impressão original - que conseguimos obter, qual uma máquina do tempo!, 13 exemplares em excelente estado (embaladinhos desde 1975!), que foram assinados e numerados pela autora.


O álbum custa 40 euros (32 para sócios CCC) e podem ser encomendado através do nosso e-mail ccc(at)chilicomcarne(dot)com

sobram 8 exemplares

sábado, 4 de julho de 2015

ccc@terra.abaixo



Inserido no Festival Silêncio 

ATENÇÃO: só estaremos presentes no Sábado!

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Baron Dimanche



HHY & The Macumbas : Throat Permission Cut (Silo Rumor; 2014)

Uma banda destas não é para meninos. Mesmo que sejam adultos mutantes, levar a bom porto música primitivo-ritualista num país que em "música alternativa" significa mais uma banda Stoner ou um marmelo a dedilhar uma guitarra muito a solo e muito melancólico. Juntar um graúdos para tocarem voodoo falsificado com dubs e aguentarem-se este tempo todo (5 anos pelo menos) para fazerem um single 7" e dezenas de concertos é uma improbabilidade neste negócio da música em que tudo tem de ser rentável ($$$) ou acabas logo com a piadinha (da banda). Sobreviventes neste território inóspito chegam finalmente ao LP de estreia com tudo aprumado para um ritual vinilico. Um bocado limpos demais mas eis um disco para colocar realmente no máximo do volume da aparelhagem, despir as calças (podem deixar as peúgas) e dançar pela casa a beber os restos da festa de Sábado à noite. Isto se quiserem continuar em transe ao Domingo, dia em que não há aulinhas de Yoga... Cuidado com os cacos!

PS - Yo! Eles vão tocar outra vez ao Milhões de Festas, espero que desta vez seja a fechar a noite pró pessoal bater mal!

ccc@feira.do.livro.de.poesia.e.BD... FIM anunciado



Todos os Sábados desde 2012 tem havido a Feira do Livro de Poesia e BD - na qual estavam lá os catálogos completos da Chili Com Carne, El Pep e MMMNNNRRRG.
MAS vai acabar!
A mega-fixe organizadora Inês Ramos regressa a Cabo Verde e encerra "a loja" no dia 1 de Agosto!   Há para lá raridades e afins! Aproveitem!!!

quinta-feira, 2 de julho de 2015

Malmö Kebab Party na El Pep




Malmö Kebab Party é um volume especial da colecção LowCCCost e conta as aventuras e desventuras de cinco autores de BD que foram até ao festival AltCom, em Malmö (Suécia) apresentar as antologias QCDA, nomeadamente Afonso Ferreira, Amanda Baeza, Hetamoé, Rudolfo e Sofia Neto.

É que para além de ser uma cidade com uma dieta rica à base de kebabs, Malmö mostrou-se habitat natural para um senhor ananás muito simpático, desenhos rasgados, psicadelia, BDs do ALF, e afogamento de mágoas via consumo de álcool. 
Spektakulära!!
...
Esta colecção de livros de viagens da Associação Chili Com Carne é dirigida "a quem gosta de viajar sem apanhar transportes e gastar dinheiro" e já contou como foi uma turnê punk-mas-com livros por uma "Europa aborrecida", seis meses de David Campos na Guiné-Bissau e viver fora de Portugal...
...

A edição em parceria com a Ruru Comix é limitada a 300 exemplares - 150 exemplares são da CCC com prioridade para os sócios.

Livro / zine impresso em Offset, 20p. 23 x 16 cm p/b, capa a cores com badanas.

à venda na loja em linha da Chili Com Carne e na Mundo Fantasma, Artes & Letras, Palavra de ViajanteMatéria Prima e El Pep.
...
exemplos de imagens aqui
...
Historial: festas lisboetas simultâneas de lançamento com unDJ FarraJ no Bartô e DJ Nobita no Lounge (22/05/15) ...

Feedback: Sem grandes alongamentos, não ficamos com uma impressão forte do que realmente aconteceu em Malmö; porém, ficamos a conhecer um bocado melhor a química desta equipa e a forma como gostam de se expressar através da Banda-Desenhada. É bom descobrir novos autores de BD que mostram esta energia e vontade em partilhar o seu trabalho. Lamenta-se é o desaparecimento, a dada altura, desse mítico ananás que se encontra na capa, claramente o herói de toda esta história. Gabriel Martins in Deus Me Livro ... Malmö Kebab Party é uma pequena publicação que reúne como que os “relatórios de viagem”, de quatro páginas cada, dos cinco artistas já publicados nas antologia QDCA, da Chili Com Carne, pela ocasião da sua visita colectiva a um festival de banda desenhada em Malmö, na Suécia. (...) À la Rashomon, podemos ler cada uma destas histórias, mais ou menos coincidentes, e criar uma imagem mais alargada que une as pontas soltas, se acreditarmos que estas confissões autobiográficas correspondem a uma realidade qualquer. Mas a compreensão dessa realidade nem sequer é o mais importante em MKP, mas sim estudar com atenção as formas como cada autor e autora exploram a limitação do formato para os máximos efeitos expressivos, e compreender também como cada um deles vai ao âmago das suas próprias linguagens. Pedro Moura in Ler BD

Chili do Inferno ou Clube Com Carne?

Eis a parceria diabólica entre a Associação Chili Com Carne e o Clube do Inferno!!!
A Maga já estava prometida à muito tempo, é uma antologia de textos ou como se sub-intitula: Colecção de Ensaios sobre Banda Desenhada e afins

Inclui textos de Tiago Baptista (entrevista), Marcos Farrajota, João Machado, João Sobral (que realizou o design da publicação) e Ana Matilde Sousa, e ainda umas BDs de Tiago de Bernarda, que nos oferecem artigos sobre BD, Indíos, Depressão, Manga, Cultura Pop, Anime, Zines, Comix e DIY a rodos...

É o volume -5 da colecção THISCOvery CCChannel, parceria da Chili Com Carne e Thisco para a edição de livros sobre "Ocultura" onde a BD se insere facilmente. São 122 páginas que já se encontram na loja em linha da CCC e na Mundo FantasmaMatéria-Prima, Artes & Letras, El Pep e em breve na Letra Livre, FNAC, etc..



O QCDI não se deveria chamar QCDA!? Será gralha da rapaziada? 
Não não não! 
É que estes chaval@s são do Inferno e não do aPOPcalipse! Apesar de André Pereira, Astromanta, Hetamoé e Mao disfarçarem a sua "chavalice" com barbas", sorrisos e pactos de sangue!

Fear of a Capitalist Planet
Tamanho A3! 16 páginas impressas em azul petróleo! Capa a cores!
à venda AQUI e na Artes & Letras, Matéria-Prima, El Pep brevemente nas Ediciones Valientes...





QCDI #3000, integrado na colecção de banda desenhada QCDA da Chili Com Carne. Alguns de dos membros do Clube do Inferno já tinham participado nos números anteriores — o André Pereira no 1000, a Hetamoé no 2000 —, mas este novo volume é Clube do Inferno de uma ponta à outra.

Com o subtítulo "Fear of a Capitalist Planet", as quatro histórias operam em diferentes matizes, entre o fantástico, o político, e o onírico. Dragões, polícias e pizzas deformadas fazem parte da iconografia deste projecto em que continuam uma ideia já presente na exposição Lightning Riding Waves of Fire (na El Pep em 2014): a de que vivemos depois da catástrofe. Colocam-se de fora, no futuro, na realidade paralela, para obter tangentes que se querem alienígenas mas não alienantes.

quarta-feira, 1 de julho de 2015

Como ser sócio da Associação Chili Com Carne?

O regime de sócios da Associação Chili Com Carne passa pelo pagamento de uma joia no valor de 30€ (15€ para menores de 30 anos) e o envio dos seguintes dados para o nosso e-mail: ccc@chilicomcarne.com

_nome
_data de nascimento
_morada
_tlm
_e-mail
_www
_fotografia (um jpg qualquer para fazer o cartão de sócio)

O valor da quota deve ser depositado na conta do seguinte NIB:003502160005361343153 ou através de paypal.

Quais as regalias de ser sócio da CCC?
_Oferta do livro Lucrécia, segundo (anti)romance do escritor Rafael Dionísio;
_50% de desconto sobre TODAS edições da CCC;
_30% de desconto sobre as edições da MMMNNNRRRG;
_Desconto sobre outras edições presentes no catálogo online da CCC: El Pep, Marvellous Tone, Ruru Comix, etc... e acesso a edições raras;
_informação em primeira mão de projectos da CCC;
_apoio a projectos editoriais*.
_descontos no uso do projector de vídeo.


E depois disto?
Passado um ano há um quota a pagar de 10€ e ainda recebe um exemplar da Crica Ilustrada #1!!!



* Apoio a projectos editoriais Ao longo do tempo a CCC tem vindo a definir de forma mais precisa qual a vertente de actividades para a qual está mais vocacionada, sendo que a edição em suporte de papel tem sido aquela que a CCC melhor tem sabido gerir. Os sócios da CCC com projectos editoriais poderão solicitar o apoio no campo da produção, distribuição e promoção. A selecção de projectos será discutida consoante cada caso. Sendo que seja imperativo ler este MANUAL!